TRANSPORTES EM ANGOLA


Transportes Rodoviários

Superada a situação de conflito militar durante as últimas três décadas, as infra-estruturas viárias estão atualmente em plena e rápida reconstrução. Dos 75.000 km de estradas, 7,955 km são asfaltadas. Os principais eixos caracterizam-se por unirem a capital com o interior, ou seja, na direção Norte (Bengo, Zaire, Uíge) Leste-Oeste (Malanje, Luanda Norte, Huambo, Luanda Sul, Moxico, Kwanza-Norte, Huambo, Bié) Sul (Kwanza Sul, Benguela, Namíbe). Paralelamente, outros ramais secundários ligados aos principais eixos permitem a comunicação com os países limítrofes em particular com a Namíbia, a República Democrática do Congo e a República do Congo.

Transportes Aérios

Uma rede de infra-estruturas constituídas por aeroportos e aeródromos distribuídos por todo o país permitem o acesso imediato a todo o território nacional e ao exterior através do aeroporto internacional 4 de Fevereiro, na capital. A TAAG (Angola Airlines) constituí a companhia de bandeira que opera por todo o país e assegura as ligações com as seguintes capitais:

Continentes Capitais
África Johannesburgo

Windhoek

Harare

São Tomé

Kinshasa

Brazzaville

Ponta Negra

Lusaka

Sal




Europa Lisboa

Moscovo

Paris




América Rio de Janeiro

Havana









Para além da TAAG, as ligações aéreas de e para Angola estão asseguradas também por outras companhias aéreas estrangeiras nomeadamente: TAP, Air-France, Aeroflot, Sabena, Lac (R.D.Congo), Lima-Congo (Congo-Brazzaville), Air-GAbon, Air Namíbia, SAA, Ethiopian Airlines e a British Airways.

Nos vôos domésticos existem as companhias de avi¨ão ligeira e de Charter que prestam serviços de transportes de passageiros e cargas. São elas a SAL (Sociedade de Aviação Ligeira), AAC (Angola Air Charter Ltda) e a Trasnáfrica, que dispõem de ligações regulares entre as principais cidades – Luanda, Huambo, Benguela, Lubango, Cabinda, Moxico e Malanje, Air Gemini que opera na região do Leste e a Sonair com operações aéreas ligadas à Sonangol.

Transportes Ferroviários

Angola tem uma rede ferroviária de 2.750 km. Destes quilômetros de linha férrea dois são de percurso interprovincial e apenas uma intercontinental.



Percurso Companhia Distância
Lobito-Zâmbia-R.D.Congo Intercontinental

Caminho de Ferro de Benguela (CFB) 1.305 km
EuropaNamíbe-Menongue Interprovincial

Caminho de Ferro do Namíbe (CFN) 907 km
Luanda-Malange Interprovincial 538 km

Transportes Marítimos

Este é talvez o principal meio de comércio externo cujas infra-estruturas têm permitido dar resposta ao enorme tráfico de mercadorias. O País está dotado de três grandes portos comerciais e mais de uma centena de outros de pequenas dimensões vocacionados fundamentalmente para a pesca e petróleos. Entre as principais companhias de navegação que operam em Angola destacam-se a Cabotang, Empromar, NDS e a Secil Marítima, transformada em companhia de bandeira após a extinção da Angonave. Este ramo de transportes marítimos também oferece excelente oportunidades de negócios turísticos quando falamos em ferry-boats e barcos de recreio.



Principais Portos Comerciais Volume de Carga Volume de Tráfico
Porto de Luanda 10.000m2 +710.000 TM
Porto de Lobito - 600.000 TM
Porto de Namibe - +115.000 TM

Gostou? Compartilhe:

0 comentários:

Posts Relacionados

CityGlobe